Skip directly to content

Por que valorizar a carne suína na sua alimentação?

25/07/2019

Apesar dos cortes de boi e frango serem as opções favoritas da grande maioria das pessoas, a carne suína é uma excelente alternativa para quem quer fazer algo diferente na cozinha. Valorizar esse tipo de carne na sua alimentação é um bom negócio para sair da rotina e, especialmente, para cuidar da sua saúde. Quer saber por quê?

Carne leve e saudável

A carne suína é tida como uma das mais saudáveis disponíveis na nossa alimentação, de acordo com especialistas em saúde e alimentação. Ela tem menor teor de gorduras do que a carne de boi, mantendo características como o volume de proteínas, vitaminas do complexo B e ferro em sua composição.

Se preparada da maneira correta, essa opção pode ser uma boa maneira de deixar mais saudável o seu prato diário, sem que você precise cortar a sua porção de carne para diminuir o consumo de gordura de origem animal.

A carne suína é uma opção prática para preparo e versátil
carne suina prática

Uma das grandes vantagens da carne suína, sem sombra de dúvidas, é a sua versatilidade no preparo. Ela pode ser consumida de várias maneiras – cozida, frita, assada, grelhada – e ainda manter suas características nutricionais e seu sabor.

Preparar uma carne suína saborosa também é muito simples. Basta um pouquinho de sal e uma grelha bem aquecida para ter uma opção rápida de carne para comer em uma refeição.

Alternativa saborosa para quem quer substituir a carne de boi ou de frango
carne suina pernil defumado

O sabor da carne suína é também uma das características que chama a atenção de quem não gosta tanto de carne bovina ou de frango. Ela é bem mais suave que a carne derivada do boi, porém não tão delicada quanto a carne de frango, sendo considerada saborosa e única na medida certa.

Tipos de corte para adicionar no seu cardápio
Existem várias opções de corte de carne suína para adicionar no seu cardápio diário. Apresentamos abaixo alguns dos cortes tradicionais que você pode adquirir na próxima visita ao supermercado:

Lombo

Esse é o corte obtido da carne suína, considerado o mais magro de todos. Além do baixo teor de gordura, o lombo tem o sabor delicado e deve ser preparado com um pouquinho mais de atenção para não ressecar. Ele combina muito bem com molhos cítricos, como os preparados com laranja.

Costela

A costela é um corte mais gorduroso da carne suína, o que significa que é também mais saborosa e fácil de preparar. Os churrasqueiros gostam de fazer a costela assada na grelha – ou até no forno – enrolada em um papel alumínio. Depois de pronta, é só mergulhar os pedaços em um tradicional molho barbecue.

Copa Lombo

A copa lombo é um corte muito similar à bisteca e, por isso, tem características nutricionais muito semelhantes às dela (maior teor de gordura, maior sabor, carne macia). Ela é ideal para grelhar ou assar, mas também pode ser cozida em panela de pressão para desfiar.

Filé mignon suíno

Você sabia que o porco também tem Filé Mignon? Esse é um corte nobre da carne suína, que é extremamente macio, saboroso e com pouca gordura. O melhor modo de preparo do filé mignon suíno é na grelha, para realçar suas características mais irresistíveis, acompanhado de um bom molho à base de vinho branco.

Pernil suíno

O pernil é um clássico para quem gosta de sanduíches e carnes suínas, já que ele combina bastante com esse tipo de alimento. É possível prepará-lo assado ou cozido, com um pouco de cebola na panela de pressão, para depois desossar e servir com pão ou com outros pratos, como arroz ou creme de milho.

 

Não importa o qual o seu corte preferido de carne suína ou modo de preparo. Essa escolha é um verdadeiro sucesso para quem quer comer bem, sem deixar de lado a atenção com a saúde.

 

fonte: https://content.paodeacucar.com/prazer-de-comer-e-beber/carne-suina-na-alimentacao